Ministério das Cidades publica cadernos técnicos de mobilidade

2
89
views

O Ministério das Cidades publicou recentemente em seu portal uma série de cadernos técnicos focados em mobilidade urbana. Um destes projetos foi elaborado em parceria com a WRI Brasil Cidades Sustentáveis e a Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos (ANPTrilhos), sobre a inserção do VLT como meio de transporte.

O caderno de VLT foi dividido em oito módulos, para melhor compreensão de um modal pouco explorado no Brasil: Via Permanente; Estações, pontos de parada, oficinas e pátios de estacionamento; calçadas; infraestrutura cicloviária; acessibilidade; segurança; tecnologias e, por fim, o contexto do projeto.

As cidades de Santos, no litoral paulista, e Rio de Janeiro são as únicas no país que possuem um sistema de VLT ativo e operante.

O VLT é um trem de média capacidade que, em todos os quesitos, se sobressai aos ônibus, pois emitem menos CO2 na atmosfera, transportam três vezes mais que um BRT (Bus Rapid Transit) e apresentam custo de manutenção mais barato ao longo de 30 anos.

Para acessar os cadernos técnicos publicados pelo Ministério das Cidades, clique neste link.

2 COMENTÁRIOS

  1. Sistemas de VLT estão ativos e operantes em todo o país, não só em São Paulo (EMTU) e no Rio de Janeiro (Prefeitura).
    Outras empresas pública operam VLTs de forma ativa e operante desde 2012.
    – CBTU:
    VLT de João Pessoa;
    VLT do Recife;
    VLT de Natal;
    VLT de Maceió;
    – METROFOR:
    VLT do Cariri;
    VLT de Sobral;