domingo , 28 maio 2017
Home / Carga / Imprudência ainda é a maior causa dos acidentes ferroviários

Imprudência ainda é a maior causa dos acidentes ferroviários

No último balanço divulgado esta semana pela operadora MRS Logística, o número de acidentes ferroviários diminuiu 20% no ano passado nas categorias atropelamento e abalroamentos (colisões). Entretanto, a imprudência dos pedestres ainda é a maior causa de acidentes, com 87%.

A operadora afirma que, no ano de 2016, ao longo dos 105 municípios nos quais a empresa tem operação, foram registrados 94 acidentes envolvendo comunidades.

“Mesmo com os resultados alcançados através do bom andamento dos trabalhos de segurança e das ações de conscientização, em geral, infelizmente, ainda presenciamos atitudes imprudentes na ferrovia”, comenta o gerente geral de Faixa de Domínio e Interferências da MRS, Uascar Carvalho.

O executivo adiciona ainda que é necessário continuar a divulgação da cultura de segurança para as pessoas, uma vez que a ferrovia está mais presente no cotidiano.

 

A Associação Nacional dos Transportadores Ferroviários (ANTF), que representa as operadoras ferroviárias de carga, há alguns anos vem divulgando a campanha “Pare, Olhe, escute” nas diversas cidades do país, no intuito de conscientizar a população sobre os trens.

O município de Juiz de Fora, em Minas Gerais, registrou o maior número de acidentes no ano passado, com 11 casos. Em seguida, completam a lista das cidades com mais ocorrências Itaguaí, no Rio de Janeiro, a cidade mineira de Carandaí, com nove, e Mangaratiba, também em RJ, com sete casos.

O detalhamento das ocorrências pode ser visualizado neste link.