Ferrovia Paraense é apresentada no Pará

0
268
views
A Ferrovia Paraense tem custo estimado de R$ 14 bilhões e capacidade para transportar até 170 milhões de toneladas por ano. Foto: Divulgação

O projeto da Ferrovia Paraense S.A. está sendo apresentado em diversas reuniões técnicas pelo Brasil. No início de agosto, a cidade de São Paulo recebeu o evento no Hotel Braston, contando com a presença de mais de 100 investidores interessados.

O auditório do Sindicomércio recebeu um grande público nesta quarta-feira, 16, para ouvir do secretário de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia do Pará, Adnan Demachki (foto), a apresentação do projeto da ferrovia.
Foto: Rodolfo Oliveira/AG

No estado do Pará, o projeto foi apresentado esta semana em Redenção e Santana do Araguaia. O auditório do Sindicomércio recebeu um grande público nesta quarta-feira, 16, para ouvir do secretário de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia do Pará, Adnan Demachki, a apresentação do projeto da ferrovia.

O evento contou com a presença do vice-governador Zequinha Marinho; do secretário de Desenvolvimento Agropecuário e da Pesca (Sedap), Giovanni Queiroz; do deputado estadual Gesmar Costa; dos prefeitos Carlos Javé (Redenção), Jair Martins (Conceição do Araguaia), Fredson da Silva (Pau D’Arco) e Paulinho Dias (Rio Maria).

Demachki apresentou detalhes sobre o avanço do projeto desde o início, há três anos, assim como os estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental, as tratativas do governo do Estado com o governo federal e os avanços conquistados nos últimos meses.

A expectativa do público do Pará é grande pelo projeto, em especial dos produtores da região. “Um dos problemas que se tem para ampliar a produção agrícola do sul e sudeste é a logística. O modelo rodoviário é muito caro. Uma ferrovia irá diminuir substancialmente esse custo. Vai melhorar a rentabilidade do produtor, aumentar a produtividade, gerar empregos e riqueza”, comentou Luciano Guedes, produtor agrícola e vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Pará (Faepa).

Divulgado anteriormente neste portal, a Ferrovia Paraense terá capacidade para o escoamento de até 170 milhões de toneladas, indo do Pará até o Porto de Barcarena, na região metropolitana de Belém, em 1.500 km de extensão. Estimada em R$ 14 bilhões, o diferencial desta ferrovia, comparado com outros projetos, é a quantidade de carga que justifica o seu escoamento e o destino da mesma.

Os documentos a respeito da Ferrovia Paraense podem ser acessados no site da SEDEME, como um vídeo de apresentação, licenciamento ambiental e o projeto propriamente dito.